Portal do Governo Brasileiro

Artista homenageia personagens identificados com a causa racial

Quarta, 20 Novembro 2013 11:34

jn022

A programação organizada pelo Ministério da Educação para comemorar a Semana da Consciência Negra teve início nesta segunda-feira, 18, com a exposição A Nova Identidade Brasileira: a arte contemplando a lei nº 10.639/2003 e a lei nº 11.645/2008, do artista plástico Elvis da Silva. A secretária de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão do MEC, Macaé Evaristo, prestigiou o evento.

A exposição tem por objetivo homenagear personagens envolvidos em ações voltadas às relações etnorraciais, entre eles: Abdias Nascimento, Nelson Mandela, Martin Luther King, entre outros nomes. Segundo o artista, que também é historiador, cada quadro tem um significado histórico. “O contexto histórico justifica as políticas afirmativas”, ressaltou Elvis. Os quadros podem ser vistos em uma exposição permanente na Universidade de Campinas (Unicamp).

 Entre as atividades da Semana da Consciência Negra, serão realizados eventos em comemoração aos 10 anos da Lei nº 10.639/2003, que incluiu no currículo oficial da rede de ensino a obrigatoriedade da temática história e cultura afro-brasileira. Em sua fala, a secretária destacou os avanços que têm ocorrido desde a aprovação da lei. “A educação tem dado exemplos de que é possível transformar desigualdades”, pontuou Macaé Evaristo.

 Ao longo dos últimos anos, o Ministério da Educação tem reforçado a adoção de medidas afirmativas e inclusivas relativas a questões etnorraciais. O empenho do governo federal em formular e ampliar essas políticas contribuiu para consolidar avanços no âmbito educacional. Entre as ações que o MEC mantém estão a formação continuada de professores sobre essa temática, bem como a distribuição de material didático específico.

Assessoria de Comunicação Social

 Palavras-chave: Semana da Consciência Negra, Secadi

Arvore
Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial
Fundação Cultural Palmares
Juventude Viva