Portal do Governo Brasileiro

CGERER/SECADI Visita Secretaria Estadual de Educação de Minas Gerais (MG)

Quarta, 13 Setembro 2017 10:19

A consultora Ana Elisa C. Blackman reuniu-se, em meados de agosto, com gestores das Secretarias de Educação do estado Minas Gerais e dos municípios de Belo Horizonte (MG) e Manga (MG) para tratar de alguns aspectos relativos à Educação para as Relações Étnico-Raciais e Educação Escolar Quilombola nas redes de ensino.

Foto de Ana Elisa De Carli Blackman / À esquerda está a analista educacional Rogéria Cristina Alves, a consultora da CGERER Ana Elisa De Carli Blackman, a analista educacional Andréia Martins e Elzelina Doris dos Santos analista educacional da Secretaria Estadual de Educação de Minas Gerais. 2017

No seu encontro, ela tratou sobre a questão dos materiais e recursos pedagógicos em Educação das Relações Étnico-Raciais e Educação Escolar Quilombola para subsidiar a SECADI no processo de implementação das Diretrizes Curriculares Nacionais em tais temáticas, especialmente no que tange à questão de material didático e recursos pedagógicos existentes na rede estadual com a finalidade de traçar um diagnóstico acerca das formas de distribuição e analisar os materiais produzidos.

Os gestores das secretarias também aproveitaram o momento para apresentar as ações que têm sido desenvolvidas para contemplar a Educação para Relações Étnico-Raciais e Educação Escolar Quilombola nas escolas estaduais.

A consultora foi também até uma escola quilombola municipal e estadual para conversar com diretores e professores sobre práticas pedagógicas desenvolvidas junto aos estudantes e sobre os materiais usados para trabalhar a temática em sala de aula.

O estudo da consultora está sendo realizado no âmbito da Coordenação de Educação para as Relações Étnico-Raciais (CGERER/SECADI/MEC) baseado em uma amostra de secretarias de educação, estaduais quanto municipais. Nos encontros, os gestores têm situado o desenvolvimento das ações nos sistemas de ensino, levantando aspectos positivos e questões com os quais têm enfrentado que dificultam a implementação da política no âmbito local, no sentido de ajudar a traçar um diagnóstico que reflita a realidade da descentralização da política de Educação para as Relações Étnico-Raciais e Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana e Educação Escolar Quilombola. 

visita sec 2

visita sec 3

visita sec 4

visita sec 5

 

 

Arvore
Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial
Fundação Cultural Palmares
Juventude Viva